Hegel em 90 minutos, por Paul Strathern




Hegel costuma ser bastante citado como influência para Marx, embora Marx tenha ido contra muitas de suas ideias.

Ainda não tenho uma opinião formada sobre Hegel, mas lembro pela leitura de alguns de seus escritos que ele tem um bom senso de humor. Aprecia ao mesmo tempo elogiar e xingar Kant. O mais próximo de simpatia que tenho por ele é por ser o filósofo favorito de José Servo (o brilhante protagonista do livro de Hesse).

Curiosamente, embora não tenha sido de forma intencional, optei por começar lendo os livros dos filósofos tidos como os mais difíceis de entender: primeiro li o 90 minutos de Heidegger, agora de Hegel e o próximo que já iniciei é Kant. Desses três, é o Kant que conheço melhor e li mais livros.

Vou contar um segredo não muito secreto: nesses últimos anos eu geralmente optei por ler livros de filósofos que tinham alguma relação com cristianismo. Então já é possível ter uma boa ideia sobre quais filósofos conheço mais a fundo e quais mais superficialmente. Agora você já sabe porque li tantos livros do Kant: devido ao seu fabuloso argumento moral para a existência de Deus.



Comentários