Nossas Noites, por Kent Haruf




Esse é um livro que minha tia me emprestou. Tenho uma tia que lê mais livros que eu. Ela sempre descobre coisas legais.

Eu não conhecia esse autor e gostei muito. Essa foi a última obra dele. O estilo de escrita é tão limpo! Ele nem mesmo usa travessões ou aspas para marcar os diálogos. E os parágrafos são sempre curtos. As linhas de fala breves.

Isso torna a história muito fluida, dinâmica e agradável de ler. O livro conta a história de dois viúvos de setenta e poucos anos que moram na mesma vizinhança. Um dia a viúva vai visitar seu vizinho para propor que todas as noites ele vá na casa dela para conversarem. Eles só se conhecem superficialmente como vizinhos e aos poucos vão conhecendo cada vez mais a vida um do outro.

As falas são completamente naturais. Nem é preciso descrever os sentimentos dos personagens enquanto falam. Eles apenas conversam, como se a vida e todas as coisas fossem muito simples.

Eis um novo jeito de escrever que eu nunca tinha visto. Vou usar como inspiração para escrever, com certeza.


Comentários